terça-feira, 29 de setembro de 2009

Q u e m D e r a !

Quem dera:
Se meus lábios tocassem teus lábios
Se meus braços te envolvessem
Se minhas palavras te atingissem
Se meus olhares te encontrassem
Se tuas lágrimas eu pudesse confortar

Quem dera:
Se numa noite qualquer de luar, eu pudesse admirar o teu belo sorriso,
Se todas as flores se abrissem, como uma mágica da natureza
Se o vento cantasse uma canção e pudesse tocar profundo no teu coração
Se nosso pranto se transformasse em sorriso
Se nosso anseio se transformasse em realidade

Quem dera:
Se eu bebesse da bebida mais forte
Se eu gritasse da forma mais estridente
Se eu corresse para lugar algum
Se eu tocasse a canção mais linda do universo
Se eu escrevesse a poesia mais profunda

Quem dera apenas lhe dizer:
"EU TE AMO"

6 comentários:

Alleson Sullivan disse...

deixa eu respirar um pouco, porque este poema esta maravilhoso cara.

a beleza de suas palavras, refletem muito bem o teu sentimento.

quem dera se eu pudesse escrever assim.. kk

parabens, mesmo cara.


Peace, love and Empahty!!!

Lily Quel disse...

Eu gostaria que tu fizesse uma coisa...dá uma olhada naquele texto do sono (que eu tirei onda), e compara com esse. A minha opinião é que quando há algo de muito intenso procurando uma saída por meio das palavras, aí sim há sinceridade completa brother.

Esse texto tem feeling!!!
"Peace, love and empathy"

Gutor disse...

Cara, como disse Jacke, esse texto tem feeling. Eu ainda diria que ele tem muuito feeling.

Parabéns, e espero que vc "ponha pra fora" todo esse sentimento que vc transbordou neste poema...

Entende o q quero dizer?

Abraços

Peace, Love and Empathy!

Pê Sousa disse...

Verdadeiro parto de palavras tão bem postas...

Gostaria de te convidar a conhcer meu blog:

ABUSCADEMIMMESMO.BLOGSPOT.COM

ou

RECANTODASLETRAS.COM.BR

Abraços e... prossigamos

Maristella disse...

Feeling é pouco...
Deus do céu ;D

:*

Josy disse...

A minha opinião concorda com a de Quel...

cara, esses poetas do sec XXI kkkkkk

Parabéns, muito bom.