quarta-feira, 16 de junho de 2010

Onde está minha mente ?


Pare!

E agora o que sinto ?
Talvez a resposta esteja na minha frente... Pode ser que aquele abraço tenha sido uma maneira de suprir toda a minha carência.
1 ano, 2 semanas, ou talvez um segundo sem lhe ver... Por isso me senti vazio.
Mente, coração, as palmas da minha mão ressecadas e a ansiedade de tocar-te.
Um telefonema. É tudo uma farsa. Uma maneira de eu lhe ter apenas no pensamento. Apenas na vontade de me sentir COMPLETO (Porra!)

Não quero escrever mais nada além do que está dentro de mim neste instante. Encerro por aqui, superficialmente para muitos, e misteriosamente para mim .

Ps: Não sei aonde chegarei (Ninguém sabe)






4 comentários:

Josy Poulain disse...

É, ninguém sabe, mesmo...
Essa flor parece uma Hipomoea, é legal.

Belo post,

Peace.

Lily Quel disse...

Superficialmente pra muitos? Não sei...talvez enigmático pra muitos, pois 'isto' não parece superficial a ninguém!!!

Belo post (2)!!!

Gutor disse...

Foda!

Ninguém sabe mesmo onde chegar... Às vezes achamos que sabemos...
Que loucura essa nossa de sempre nos sentirmos vazios... é foda...

Cara, pensei outro dia que a vida é um eterno fingir... Depois explico melhor!

Belo post (3)

Abraços

Anônimo disse...

O importante não é saber aonde chegará e sim aonde quer chegar!

:* Rima