segunda-feira, 15 de agosto de 2011



eu ando no deserto da minha solidão
eu acredito na desesperança e na ilusão
percorro o mundo imundo e tento não sorrir
me perco nas palavras que fluem sem por que
eu sou um anjo, um anjo obscuro que se esconde !
um tranquilo e perturbado sonhador.

Um comentário:

Lily Quel disse...

Todos temos um pouco disso, mesmo que não demonstremos...isso é humanidade!!!