segunda-feira, 12 de outubro de 2009

O grão

Não consigo mais ouvir
Não consigo mais andar
Só consigo sentir e ver você passar

Não consigo mais comer
Não consigo mais estudar
Só consigo apenas lhe observar

Não consigo me controlar
Nem ao menos me concentrar
Só consigo profundamente lhe desejar

Um vazio em meu coração.
Um grão imaturo, e não semeado.
A eterna vontade de ser semeado, e crescer ao teu lado.

7 comentários:

Alleson Sullivan disse...

simples e profundo!!!


belo texto.


Peace, love and Empathy..

Gutor disse...

Muito bonito, véi...

Me fez lembrar a música "Drão" de Gilberto Gil...

Peace, love and empathy!!!

Lily Quel disse...

Na verdade somos um grão perante o que sentimos, por mais que tamanho sentimento não seja semeado por alguém, a natureza o semeia de alguma forma...
...texto massa cara.

"Peace, love and empathy"

Maristella disse...

Pra quê textos complexos, se podemos escrever na maior da simplicidade, coisas incríveis e doces como essa?

Te amo cara, :*

leilaine disse...

(...)

Fábio Ronne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fábio Ronne disse...

É bem musical.
Mas quem é esta criatura que te atormenta tanto?

Muito bem texto!