terça-feira, 5 de abril de 2011

Caverna.




Um precipício diante meus pés....
Um mar de flores logo abaixo...
Navalhas afiadas, computadores super velozes, e os lábios que irão se tocar.
Um violão bem afinado, um rapaz que sorri bem ao seu lado.
Notas que ecoam, além.
Dores passadas, fortes palpitações...
Esperança, desejo, inquietação.


Músicas no modo RANDÔMICO, é pra fuder qualquer um!

4 comentários:

Anônimo disse...

Músicas no modo RANDÔMICO, é pra fuder qualquer um!

Nem me fale, eu vi acontecer xDD

Lily Quel disse...

Você está se superando Guns...apesar da disposição das palavras parecerem soltas, dá pra notar a conexão entre elas...o(s) sentimento(s)...

Cultura Inglesa disse...

:D

Josy Poulain disse...

Ihh,

postei com a conta errada.
enfim, ninguém sabe que sou eu rs.

Peace.