domingo, 6 de setembro de 2009

Eternal Confusion

Estou prestes a explodir. Sinto coisas bizarras dentro de mim, momentos de raiva e solidão, tenho medo do mesmo, medo do que está prestes a saltar pra fora do meu ser. Fracassos são constantes no meu universo cheio de nada. O que eu mais quero é poder sentir meu coração batendo novamente, não o sinto, acho que ele já está tão debilitado que se acostumou somente a ocupar um espaço fisíco no vazio do meu peito. Momentos de pseudo-alegria são constantes, momentos em que o vicio toma de conta e eu me limite em usufruir da falsa-alegria.
É a falta de romances, paixões , conversas, confissões que me deixa assim, a falta de coragem de poder expressar o que se sente. As feridas estão abertas porém quem olha pra mim não consegue as ver, só eu as vejo e as sinto sangrando. Meu sorriso estampado pode até ser sincero por um instante mas minha alma é Sincera sempre, se puderes ler meus pensamentos e emoções verá que a situação é bem trágica...


"Não sei quanto às outras pessoas, mas quando me abaixo para colocar os sapatos de manhã, penso, Deus Todo-Poderoso, o que mais agora?"

Charles Bukowski



2 comentários:

Josy disse...

chiptiNossa Felipe,
procura um terapeuta cara.

I'm kidding, seu emo...
relaxa ai,
a propósito eu gostei dessa frase ai embaixo.

Peace, love and empathy.

Alleson Sullivan disse...

cara.. tudo o que eu iria postar aki.. foi expresso em palavras em nossa conversa....

é importante analisar (como ja te falei), que nada é nessariamente ruim pra nossas vidas..