segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Guliver Insano (Parceria Pt. 01)

Texto feito em parceria com minha amiga Jacqueline.


O olhar perdido na tentativa de resgatar algo que há muito se perdeu no âmago da alma...
Algo que está muito perto, mas sinto muito distante, e o olhar permanece imóvel.
O tempo passa, e a persistência trava os nervos, na crença de que um minuto a mais será decisivo para regurgitar toda essa lembrança presa e esquecida.
Conflitos que se sobressaem em nosso interior e nos tornam escravos de um tempo parado, mesmo esse tempo voando bem por entre nossos dedos.
Mas esses mesmos conflitos são aqueles que buscamos resgatar e compreender, apalpá-los, e perceber o que realmente nos move, ou nos prende nessa cadeia de tempo/espaço/momento.
Juramos de pés juntos que queremos aprender com nossos erros outrora cometidos, mas nos tornamos estáticos e só imaginamos como seria se não tivéssemos cometido tais erros ou o que construiríamos se conseguíssemos superá-los.
Infelicidade humana é sua sórdida consciência! Enquanto se é possível progredir pelos atos, ela nos perturba e fecha nossas possibilidades para a auto-tortura e o arrependimento, com aquela voz áspera que sussurra em nossos ouvidos o quanto poderíamos ter sido melhores.
Um passo não dado e uma conseqüência que não veio, é assim que funciona a cabeça de um fracassado. O medo de pisar no chão é constante, a eterna falta de coragem de continuar tentando mata vagarosamente.
E assim o ser humano mais uma vez perde a batalha para si mesmo, onde o único inimigo que o derruba são seus próprios pensamentos e suas próprias angústias. Não é de se admirar que tão complexo ser, o topo da cadeia alimentar, só seja arruinado pela única ferramenta que o trouxe até aqui, a sua capacidade reflexiva. O que ainda não descobrimos é que quem controla nossa consciência esmagadora...
...somos nós mesmos.

5 comentários:

Lily Quel disse...

É acho que agora deu certo...num tenho nada pra falar sobre o texto em especial, mas de uma coisa eu sei: ele é consequência de muita falta de inspiração!!!

Felipe Santos disse...

Eu gostei do resultado.

Maristella disse...

eu gostei do resultado [2]

Josy disse...

Eu também gostei do resultado.
;*

Gutor disse...

Ficou muito bom.

Eu acho que consigo identificar qual parte Felipe escreveu e qual parte Jacque escreveu...

P.L.E