sexta-feira, 2 de abril de 2010

O segredo é não se importar.



Quando procuramos por respostas tudo parece mais difícil, nos irritamos mais facilmente e na maioria das vezes não as achamos.
Quando corremos por aí sem rumo e sem nos importar muito com o que irá acontecer as vezes nos sentimos mais confortáveis, aquela sensação de liberdade e libertação pessoal correndo em nossas veias.
As palavras que querem sair as vezes não se tem voz para pronunciá-las, acontece, é a tentativa de nos expressar que as vezes fazemos papel de babaca.
As vezes tudo parece tão sem graça... As vezes sentimos necessidade do calor para que nossa alma se descongele e sintamos alguns prazeres da vida com mais intensidade.


Já estou cheio de me sentir vazio, meu corpo é quente estou sentindo frio, todo mundo sabe ninguém quer mais saber, afinal amar ao próximo é tão demodê! (Viva Renato Russo)


2 comentários:

Josy disse...

Não acho que seja demodê. ^^
Mas viva o Renato assim mesmo. Concordo contigo.

Peace.

Lily Quel disse...

"As vezes sentimos necessidade do calor para que nossa alma se descongele e sintamos alguns prazeres da vida com mais intensidade" Me lembrei dos abrços que dividi contigo e a galera na UPE.
Amar o próximo não está fora de moda, mas falar em amar ao próximo sim!